Terça-feira, 16 de Setembro de 2008

 

 

O VEGETARIANISMO
 
 
Hoje quero falar-vos de um tema, que apesar de já ser mais comum na sociedade de hoje, suscita ainda, algumas dúvidas e é alvo de muita falta de conhecimento.
 
O interesse por uma alimentação saudável que promova a saúde e o bem-estar, tem crescido nos últimos tempos, com o aumento de algum tipo de doenças, as chamadas doenças das civilizações modernas, obesidade, diabetes doenças cardiovasculares, etc.
Assim, estes factores, bem como a consciencialização do ser humano em relação aos outros seres vivos e a sua preocupação acerca dos recursos naturais, fizeram com que crescesse um interesse pela alimentação vegetariana, que se for correctamente planeada, escolhida criteriosamente e de forma equilibrada, pode ser mais saudável do que uma dieta que contenha carne. A associação americana de dietistas reconhece que há várias evidências científicas que apoiam a relação positiva entre as dietas vegetarianas e a redução do risco de doenças degenerativas, como as que mencionei à pouco.
 
O que é afinal o vegetarianismo?
É um tipo de alimentação da qual não faz parte a carne e o peixe, bem como os seus derivados.
Este tipo de alimentação já é usado no oriente há muitos séculos, sendo um fenómeno relativamente recente no mundo ocidental.
 
O vegetarianismo divide-se em 3 grupos:
 
Os ovo-lacto-vegetarianos, que comem tudo como numa alimentação comum, só não comem carne e peixe. Incluem leite e derivados e ovos na sua alimentação.
 
Os lacto-vegetarianos, igual ao anterior, mas sem ovos.
 
Por fim, os vegetarianos puros, ou chamados vegan, em que a alimentação consiste na ausência total de produtos de origem animal, sem ovos, sem leite e derivados.
 
Traduzindo, ser vegetariano não significa comer só salada, como muita gente pensa. Um vegetariano come de tudo, só não come carne e peixe, e derivados.
Por isso quando tiver um amigo a jantar em sua casa, não lhe ofereça só salada ou legumes para comer, pois ele vai comer por educação, mas vai ficar a pensar que é muito ignorante.
 
Existe, por outro lado, uma grande dúvida relativamente a este tipo de regime alimentar, que é o facto de haver quem defenda que o vegetarianismo pode provocar graves carências alimentares, especialmente no que respeita às proteínas e algumas vitaminas, como a B12 e a vitamina D.
Em relação às proteínas, nada mais errado, para se afirmar em relação à dieta vegetariana, uma vez que no vegetarianismo são incluídas grandes quantidades de cereais, leguminosas, soja, tofu, seitan, etc, grandes fontes de proteína, sem esquecer que num regime alimentar comum, se fazem grandes excessos proteicos, provocando alguns problemas de saúde.
 
Em relação à VITAMINA D, esta forma-se essencialmente na pele, através da luz solar, e o nosso organismo armazena boas quantidades desta vitamina. A vitamina D encontra-se também nos ovos, leite e derivados, e é adicionada às bebidas à base de soja. Pelo que não existe problema de carência desta vitamina num regime vegetariano.
 
A vitamina B12, tão falada quando se fala de vegetarianismo, provém exclusivamente dos animais, ela é formada no intestino dos animais e humanos por microrganismos. No entanto necessitamos de muito pequenas quantidades desta vitamina e o organismo também a armazena.
Nos ovo-lacto-vegetarianos não exite problema de carência, mas o vegan, ou vegetarianos puros devem tomar suplementos de vitamina B12. De qualquer forma, a maioria dos casos de carência de vitamina B12 não ocorre entre a população vegetariana, mas na população em geral, uma vez que o problema na maioria das vezes se prende com a deficiente absorção e não por deficiente ingestão. Sendo que a absorção não depende da alimentação ,mas de outros factores, como enzimas por exemplo, ou a presença de acido gástrico.
 
No que respeita ao Fe, este existe no feijão seco, no tofu, nos vegetais verdes folhosos e cereais integrais, pelo que os vegetarianos estãso seguros no que respeita a este mineral.
A absorção de Fe é aumentada se na mesma refeição ingerirmos alguma fonte devitamina C, como citrinos, por exemplo.
 
Como podem ver de forma geral, o vegetarianismo tem garantido o aporte de todos os nutrientes, deve é ser um regime bem planeado e quem opta por este tipo de alimentação deve estar esclarecido e muito bem informado.
Deixem-me dizer-lhes também que os vegetarianos fazem normalmente uma alimentação muitos variada, uma vez que por norma são pessoas interessadas em experimentar novas texturas e sabores na alimentação, experimentando sempre novos alimentos, obtendo assim uma alimentação variadíssima.
Numa alimentação vegetariana, podemos encontrar muitos e variados alimentos, como empadas, empadões, suflés, panados, fondus, rissóis, assados, guisados, etc, um sem fim de iguarias, que se tiver coragem de experimentar, vai adorar.
 
 
Por tudo isto, se está a ponderar adoptar este tipo de alimentação, lembre-se que deve em primeiro lugar, informar-se, conhecer bem este tipo de regime, saber das várias possibilidades em termos de alimentos.
Leia livros, pesquise na Internet, ou peça ajuda a um dietista ou nutricionista para que o acompanhe no início.
Também não tem de mudar radicalmente de um dia para o outro, pode ir fazendo alterações até se sentir confortável e à vontade para adoptar completamente este tipo de dieta.
 
Espero que vos possa ter ajudado a ponderar alguns aspectos deste tema, e que pelo menos tenha ficado mais esclarecido sobre o que é realmente o vegetarianismo.
 
Outra coisa muito importante, é que o vegetarianismo, muitas vezes para além de um tipo de alimentação, é um estilo, uma filosofia de vida, que deve ser respeitada, como qualquer outra convicção.
 
Não se esqueça, o vegetariano não é um ser estranho de outro planeta que não come carne. Ao contrário, normalmente é um ser esclarecido, que conhece muito bem este planeta e que decidiu mudar alguns aspectos da sua vida e tentar remendar outros na vida do mundo, quer seja a protecção contra crueldade do homem infligida aos animais nos matadouros, nos aviários, etc, quer seja no intuito de poupar e prevenir a sua saúde.
 
 

 



mais sobre mim
pesquisar
 
Setembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


Últ. comentários
Descobri recentemente que sou celíaca, e essas in...
adorei esse link. Todas as duvidas em relação a al...
Gostaria se saber o que estás a fazer num blog par...
Gostei muito das informacoes.obrigado
Só tenho uma coisa a dizer... que grande palhaçada...
Para nutricionistaBom Dia.Venho por este meio apre...
Caros internautas,Ontem foi um dia em que fiquei p...
arquivos