Terça-feira, 14 de Outubro de 2008

 

DOENÇA CELÍACA
Esta doença é ainda pouco conhecida, mas o seu número tem aumentado.
 
A Doença Celíaca ou  Intolerância permanente ao glúten, é uma doença que afecta o intestino.
 
A presença do glúten na alimentação diária, provoca lesões graves no intestino, que vai perdendo as suas funções, como a absorção, podendo provocar graves carências alimentares.
 

Só excluindo totalmente esta substância da alimentação é possível impedir o aparecimento das lesões intestinais nos indivíduos susceptíveis e não há qualquer outra solução ou medicamento com o mesmo efeito.

 

 

 
Pretendo aqui dar uma ajuda ao doente celíaco, uma vez que tenho verificado no meu trabalho, muita dificuldade por parte destes doentes, em organizarem a sua alimentação.
 
A informação disponível não tem sido suficiente para esclarecer todas as dúvidas, pelo que espero dar aqui o meu contributo e ajudar de alguma forma à organização do dia-a-dia de um celíaco.
 
A vida normal é possível, requer uma readaptação e alguma paciência, e perseverença.
Não desista, nem deixe que aqueles que defendem "é só hoje" o demovam de ter uma vida com qualidade.
 
Não irei fazer referência ao diagnóstico e à descrição dos sintomas, uma vez que considero neste contexto ser mais importante esclarecer as dúvidas alimentares.
A restante informação pode encontrar em http://www.celiacos.org.pt/
 
 
A DIETA SEM GLÚTEN é a base do tratamento.

 

 

 Como o glúten se encontra no TRIGO, CENTEIO, CEVADA e AVEIA, a dieta para ser eficaz não poderá conter nenhum destes 4 cereais ou seus derivados.

 
A DIETA TERÁ DE SER CUMPRIDA DURANTE TODA A VIDA.
 
LISTAS DE ALIMENTOS
Ressalto, que, antes de adquirir um produto é importante verificar sempre os rótulos uma vez que muitos produtos mudam de composição sem aviso prévio do fabricante.
Farinhas e Féculas  ( Cereais, Tubérculos e seus sub-produtos, que encontramos em forma de pó:
 
 
 
 
PERMITIDOS
As mais indicadas:   Arroz, Batata, Milho e Mandioca.Milho = fubá, farinha, amido de milho ( maisena ), flocos, pipocas. 
Batata = fécula ou farinha.
Mandioca =  fécula ou farinha, como a tapioca.
Araruta, Trigo sarraceno.
 
 
PROIBIDOS
TRIGO = farinha,  semolina, germe e  farelo.  
AVEIA = flocos e  farinha.   CENTEIO
CEVADA =  farinha.
 MALTE
 
Todos os produtos elaborados com os cereais citados acima.
- papas para bebés com excepção das de milho e arroz;
- massas e pão ralado;
- sopas de pacote, espessantes para molhos, cubos de caldo, caril em pó,   mostarda, molhos, refeições pré confeccionadas;
 
Bebidas
 
PERMITIDOS
Sumos de frutas e vegetais naturais, refrigerantes e chás.   Vinhos, champagnes, aguardentes e saquê.
 
PROIBIDOS
Cerveja, whisky, vodka, gin, e ginger-ale. Ovomaltine, bebidas contendo malte, cafés misturados com cevada. Outras bebidas cuja composição não esteja clara no rótulo.
 
 
 
Leites e derivados
PERMITIDOS
 
Leite em pó, esterilizados ( caixas tetrapack ), leites integrais, desnatados e semi  desnatados.    Leite condensado.  Queijos frescos, parmesão. Para iogurte e requeijão, verifique observações nas embalagens.
 
PROIBIDOS
 
Leites achocolatados que contenham malte ou extrato de malte, queijos fundidos, queijos preparados com cereais, como aveia.   Na dúvida ou ausência das informações correctas nas embalagens, não adquira o produto.
Bebidas lácteas aromatizadas; Preparados industriais (cremes, sobremesas); Queijos creme e queijos tipo roquefort
 
Açúcares, Doces, Achocolatados
PERMITIDOS
Açúcar de cana, mel, melaço, glucose de milho, malto-dextrina, dextrose, glicose.   Geleias de fruta, doces e gelados caseiros preparados com alimentos permitidos.   Achocolatados de cacau, rebuçados e caramelos.
PROIBIDOS
Para todos os casos, verifique as embalagens.
- pão, bolos, biscoitos, doces de pastelaria, tostas e bolachas;
 - cereais de pequeno-almoço contendo trigo;
Produtos açucarados– açúcar em pó, produtos cobertos de açúcar, nougat, gelados, chocolates, bebidas achocolatadas.
- chocolate, gelados, pudins,
 
Carnes ( vaca, aves, porco, cabrito, etc  ), peixes e produtos do mar, ovos e vísceras ( fígado, coração ) 
PERMITIDOS
Todas, incluindo presunto.
PROIBIDOS
Patês enlatados, enchidos ( salame e algumas salsichas ) carnes à milanesa, todas as carnes processadas – salsichas, fiambre, carnes panadas;
Peixe – qualquer um panado ou coberto de farinha ou pão ralado;
Ovos – merengues preparados industrialmente;
 
Gorduras e óleos
 
PERMITIDOS
Manteiga, margarina, banha de porco, gordura vegetal hidrogenada, óleos vegetais, azeite
 
Grãos
 
PERMITIDOS
Feijão, ervilhas secas, lentilhas, amendoim, grão de bico, soja ( extrato protéico de soja, extrato hidrossolúvel de soja ).
 
PROIBIDOS
Extrato protéico vegetal, proteína vegetal hidrolizada.
Cereais – trigo e todos os seus derivados (massa, sêmola, ravioli, pastéis, bolos, pizzas, panquecas, biscoitos, doces e aromatizados, etc), todos os produtos de padaria; cevada, farinha e cerveja; centeio, pão e farinha; aveia, farinhas, flocos e muesli.
 
Hortaliças
 
Legumes e verduras: Todas
 
Frutas
 
PROIBIDOS
figos secos, frutas cristalizadas.
 
Condimentos
 
PERMITIDOS
Sal, pimenta, cheiro-verde, erva, temperos caseiros, maionese caseira, vinagre fermentado de vinhos tinto e de arroz, glutamato monossódico.
 
PROIBIDOS
Mainoese, catchup, mostarda e temperos industrializados podem conter o glúten. Leia com muita atenção o rótulo.
Todos os molhos e condimentos preparados industrialmente.
 
 
Produtos especiais – produtos light ou magros (geralmente nestes produtos a gordura é substituída por amidos)
Diversos– qualquer produto que contenha qualquer forma de amido
O doente celíaco deve ainda ter cuidado com alguns produtos farmacêuticos que podem conter glúten.
 
Aditivos (utilizados no processamento)
Expressões vagas (como proteína vegetal hidrolisada, amido, amido modificado, fécula, fibra, espessantes que podem provir dos 4 cereais proibidos).
Todos os produtos alimentares que apresentem dúvidas devem ser discutidos com profissionais de saúde e rejeitados antes de ter a certeza da sua composição.
A malto-dextrina ao contrário do que o nome parece sugerir, pode ser utilizada sem riscos na alimentação do celíaco.
O malte e o extrato de malte são substâncias obtidas a partir da cevada. O MALTE CONTÉM GLÚTEN e tem riscos potenciais para o intestino do celíaco.
 
Espero poder ter ajudado.
 
Cláudia Maranhoto

 

 

 

 

 

Caros internautas,
Ontem foi um dia em que fiquei particularmente contente.
Ao estar com uma pessoa detentora desse problema de saúde (doença celíaca), à qual há cerca de 4 meses atrás lhe tinha aplicado um tratamento holístico, fiquei bastante satisfeito quando a pessoa me diz:
- Vitor, há cerca de 15 dias fui fazer um exame de rastreio para ver como estava esse problema de saúde e deu resultado Negativo.
Isto significa que o problema foi debelado.
Não levem a mal dizer, mas a minha única intenção é partilhar esta experiência que, no caso de necessidade, poderá ser provada através dos testes médicos da pessoa em causa.
Desejo-lhes todo o sucesso na procura de uma solução para este problema através dos vossos métodos de diagnóstico.
Namastê
Viktor a 26 de Julho de 2010 às 13:40

Gostei muito das informacoes.obrigado
elenice a 8 de Dezembro de 2012 às 00:32

adorei esse link. Todas as duvidas em relação a alimentação de quem possuem a patologia
Celíaca.
Elenilza Cardoso a 12 de Abril de 2014 às 04:35

Descobri recentemente que sou celíaca, e essas informações me ajudaram muito!
Juliana Passos a 11 de Novembro de 2015 às 15:30



mais sobre mim
pesquisar
 
Outubro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


Últ. comentários
Descobri recentemente que sou celíaca, e essas in...
adorei esse link. Todas as duvidas em relação a al...
Gostaria se saber o que estás a fazer num blog par...
Gostei muito das informacoes.obrigado
Só tenho uma coisa a dizer... que grande palhaçada...
Para nutricionistaBom Dia.Venho por este meio apre...
Caros internautas,Ontem foi um dia em que fiquei p...
arquivos